Idosos participam de atividade que orienta sobre segurança nos trajetos


05/10/2018


 

Grupo fez percurso a pé para identificar e evitar os perigos e riscos

Secretaria de Mobilidade e Acessibilidade, através da Urbes – Trânsito e Transportes, aproveitou as comemorações da Semana do Idoso em Sorocaba para desenvolver ações educativas de segurança no trânsito para a terceira idade. Quase 13% das vítimas fatais de acidentes de trânsito que aconteceram entre janeiro e agosto deste ano em Sorocaba tinham mais de 60 anos. Os dados são do Infosiga SP, banco de dados do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito.  

Nesta sexta-feira (05), a Urbes realizou mais uma ação do Projeto “Tempo Amigo” de mobilidade na terceira idade no Clube do Idoso.  O projeto destina-se à conscientização da travessia segura no trânsito e a percepção e cuidado que os mais idosos devem ter sobre os seus hábitos atuais. A intenção é que o idoso reconheça as dificuldades sensoriais da própria idade e que possa compensá-las de outra forma, visando sua segurança, além de resgatar os seus conhecimentos sobre trânsito e ensinar novas estratégias para aumentar a confiança pessoal nos trajetos.  

A primeira atividade foi uma palestra que abordou números crescentes da expectativa de vida dos idosos no Brasil e em especial o estado de São Paulo onde a expectativa de vida é de 78,1 anos, segundo o IBGE. Os idosos também receberam orientações para evitar acidentes ao atravessar as vias. Para Maria da Conceição Silva, 72, a palestra serviu para alertá-la sobre os perigos de atravessar fora da faixa de pedestres e principalmente sobre a importância em ter paciência para esperar o sinal verde. Ela entendeu que além da pressa, a falta de atenção também pode ocasionar um acidente.

Posteriormente os idosos partiram do Clube em caminhada até o PoupaTempo para vivenciarem e observarem importantes detalhes do trajeto, colocando em prática as instruções recebidas na palestra. Carlos Roberto Mariano, de 69 anos, reitera: “Gostei de todas as etapas, mas o que mais gostei foi do ensinamento da travessia. Porque a maioria dos acidentes acontecem nesse trajeto/movimento. Vou parar de ter excesso de confiança, porque em um descuido isso pode gerar um acidente”.

Ao final da ação, a equipe de Educação para o Trânsito da Urbes preparou uma reflexão sobre as práticas individuais que deveriam ser abandonadas e quais precisam ser adotadas. Nilcea Guidolin Zambon, 70, comenta que achou esse projeto de suma importância e que irá falar para todos os vizinhos, familiares e amigos sobre o ensino que recebeu. Ao final, todos assumiram o compromisso consigo mesmo de ter um novo olhar para a sua segurança no trânsito. Todos receberam uma pasta com folhetos educativos e uma camiseta vermelha da Faixa Viva.

Mobilidade da Terceira Idade

Com o passar dos anos, os sentidos como visão e audição podem diminuir, inclusive a mobilidade. Sendo assim, é fundamental que os motoristas e motociclistas respeitem o tempo de travessia segura do pedestre, mesmo que o farol tenha já tenha mudado de cor. Na hora de atravessar todo o cuidado é pouco e o pedestre nunca deve negligenciar a atenção total à travessia e à faixa de pedestre. Se for preciso, deve sinalizar com as mãos para reforçar ao motorista que aguarde o término da travessia.

A Urbes salienta que os motoristas e os motociclistas devem esperar que os idosos concluam a travessia das vias pois são os pedestres mais vulneráveis, com maior dificuldade na mobilidade e muitas vezes, na visão.

 




HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda à Sexta das 8h às 17h - Multas e Retirada de VT - 8h às 16h30

ENDEREÇO

Rua Pedro de Oliveira Neto, 98 - Jardim Panorama - CEP 18030-275 - Sorocaba/SP